Pensar Enlouquece. Pense Nisto.



De vírus, bunda quadrada e esqueletos dançantes

Nos últimos dias a Internet anda mais lenta que funcionário público fazendo corpo mole em uma repartição na Bahia, e tudo por conta de uma nova leva de vírus capitaneada pelo W32.Mydoom.B@mm, esse bichinho malicioso que possui como característica mais perniciosa o fato de falsificar o remetente da mensagem enviada. Olha só a malandragem do filho-da-mãe: o tal do MyDoom, uma vez instalado em um computador infectado, varre a lista de endereços em busca de e-mails que são aleatoriamente utilizados pelo vírus para se auto-enviar usando endereços de terceiros como falsos remetentes. Em conseqüência disso, minha caixa postal foi invadida nos últimos dias por mensagens automáticas de provedores e programas de antivírus notificando que e-mails que eu nunca passei na vida não haviam sido entregues porque estavam contaminados.

A primeira atitude que tomei, logicamente, foi de passar tudo quanto é programa antivírus em meu winchester. Perdi horas acionando o Norton, o VirusScan e o HouseCall (antivírus online e gratuito) até descobrir as características desse MyDoom, esse bichinho 171 que me fez jogar tempo fora em busca de uma contaminação que inexistia em meu micro. E aí eu me pergunto: qual a razão de ser dessa excrescência virtual, que fez com que ficássemos com a bunda quadrada de tanto chá de cadeira, enquanto sites eram morosamente carregados no tráfego estupidamente lento de uma rede estupidamente apinhada de e-mails contaminados? Enquanto especialistas especulam que o vírus poderia ser criação do crime organizado russo, o colunista do jornal O Globo Carlos Alberto Teixeira, a partir de alguns questionamentos, teceu uma hipótese interessante:

"E aí eu pergunto, qual é a primeira coisa que alguém assim assustado vai fazer? Óbvio: providenciar um programa antivírus para ter certeza que está limpo. Bem, acho que não preciso ir adiante, conjecturando quem seriam os maiores interessados em propagar um contágio mundial arrasador com estas características tão específicas, né?"

Por dúvida das vias, recomendo a todos: jamais aceitem balas e attachments de estranhos, principalmente se eles vierem em e-mails com assuntos como "Mail Delivery System", "Hi" e "Server Report".

* * * * *



Em um caso no mínimo preocupante, o blog de Matusalém Matusca no Blogger Brasil foi apagado sem a menor explicação (e olhem que ele é assinante da Globo.com). Menos mal que a múmia mais querida da blogosfera, (ir)responsável pelos gifs animados acima, voltou, desta vez em http://matusca.blogspot.com, trazendo a imperdível edição nº 2 d'O Sarcófago (a primeira revista virtual em formato de post). Contudo, o episódio serviu para que as pulgas atrás de minha orelha se reproduzissem em frenética orgia. Até quando poderemos usufruir em paz dos serviços do Blogger Brasil?

Escrito por Inagaki às 20h57
[ ] [ envie esta mensagem ]



450 anos e 2 dias

Foto de Cristiano Mascaro.

Só mesmo um fotógrafo como Cristiano Mascaro é capaz de extrair beleza de uma cidade tão embotada, vilipendiada e soturna como São Paulo. Eu, que moro nesta barafunda urbanisticamente desarticulada há mais de 20 anos, já estou mais do que saturado com esta metrópole de estressados que correm pra lá e pra cá feito coelhinhos movidos a inércia, pilhas Duracell e contas a vencer no bojo de seus cheques especiais.

Carlito Maia escreveu aquela que é a melhor definição de meus sentimentos com relação a esta cidade: "Amo São Paulo com todo o ódio". Não foi difícil passar ao largo de todo esse clima artificial de oba-oba em torno dos 450 anos de Sumpaulo, cuja maior atração foi a inauguração de uma certa "fonte multimídia flutuante" instalada dentro do poluído lago do Parque do Ibirapuera, como se águas que dançam coloridas fossem capazes de amainar esta verdadeira fábrica de ansiosos, taquicardíacos e insones, cuja poluição constipa minhas narinas e faz com que as quatro estações do ano se manifestem num dia só (em um típico dia paulistano, chove, venta, faz sol, depois garoa, esquenta e esfria novamente: minha bronquite agradece embevecida).

Minha ranhetice com relação à efeméride só fez aumentar depois que li a matéria publicada pela Veja São Paulo, que elenca 450 supostos bons motivos para amar esta metrópole. Pudera: segundo a reportagem, a razão 25 é saber que "temos a prefeita mais chique do Brasil, com um interminável guarda-roupa atualizado com o que o mundo da moda oferece de melhor - sapatos Salvatore Ferragamo, tênis Chanel, vestidos Kenzo...". Que bom: da próxima vez que eu for pagar as próximas prestações das taxas de lixo e IPTU generosamente reajustadas pela gestão de dona Marta Suplicy, certamente me refestelarei consolado em saber o quão elegante é a nossa prefeita... Em tempo: ainda segundo a Veja SP, o motivo 245 para amarmos Sampa City é o fato de que nossas filiais da Tiffany & Co. são as únicas no mundo que possibilitam a aquisição de um colar de 650 mil reais em até três vezes sem juros no cartão de crédito. Ô lôco, meu!

E como é difícil amar a São Paulo do Minhocão, do Largo 13 de Maio, das fiações expostas, dos outdoors onipresentes, da estátua do Borba Gato, dos muros pichados, das Marginais congestionadas, da Praça do Patriarca ou dos anúncios de fachadas que empesteiam minhas retinas diariamente sem dó nem KY, fomentando uma inveja danada daqueles que vislumbram o Corcovado em vez dos anúncios da Valentina Caran Imóveis (e eu espero que nenhum leitor utilize minhas considerações para tergiversar sobre a acéfala rivalidade entre paulistas e cariocas, assunto mais modorrento na face da Terra depois da vida sexual do papa).

Mas, por incrível que pareça, quem mora em São Paulo tem orgulho do lugar onde vive. Porque, a despeito de nossas 2.018 favelas e dois milhões de desempregados, esta é a cidade das esfihas do Jáber, da pizza do Castelões, da Fnac de Pinheiros, do chope do Pirajá, do espeto misto do Sujinho, dos barzinhos da Vila Madalena, do X-salada do Burdog, do yakissoba do chinês da Paulista, do filé com alho do Moraes, do Extra 24 horas do Itaim, do Masp, dos cinemas do Shopping Jardim Sul, do fim de noite em um Fran's Café, das luzes amareladas do centro velho, das caminhadas pelo campus da USP, do churrasco no Fogo de Chão, da banca de cachorro-quente em frente ao Teatro Oficina, do pastel da feira em frente ao Pacaembu, dos papos em uma mesa no Café Piu-Piu, Rascal ou na prainha da Paulista, das prateleiras de discos na Galeria do Rock, das noites de solteiro que findavam no Love Story às nove da manhã, das horas pensativo em um banco na Rodoviária do Tietê, do filme visto no bar do Cinesesc, do pôr-de-sol no campus da Faap, da elegância indiscreta das nossas meninas, do jornal de domingo que chega às bancas na tarde de sábado, das pessoas que conheço e que amo e que vivem em meio a esta balbúrdia de prosódias e etnias que compõem a São Paulo que amodeio, odeioamo com todo o meu masoquismo, perplexidade e esperança.

Escrito por Inagaki às 03h11
[ ] [ envie esta mensagem ]



Comentando comentários

Após quatro dias e 127 comentários, eis as músicas mais tristes do mundo segundo os leitores deste blog:

1) Pedaço de Mim (Chico Buarque) - 6 citações;
2) Vento no Litoral (Legião Urbana) e Atrás da Porta (Chico Buarque & Francis Hime) - 5 citações;
3) Ne Me Quitte Pas (Jacques Brel) - 4 citações;
4) Meu Mundo Caiu (Maysa), Chico Mineiro (Tonico & Francisco Ribeiro), Exit Music (For A Film) (Radiohead), Everybody Hurts (R.E.M.) e Trocando em Miúdos (Chico Buarque & Francis Hime) - 3 citações.

Diversos intérpretes foram lembrados, como Chet Baker (se bem que com aquela voz até samba-enredo da Salgueiro ganharia contornos melancólicos), Billie Holiday (a história das gravações do álbum "Lady in Satin", diga-se de passagem, renderia um post dos mais taciturnos), Nat King Cole, Roberto Carlos e Diana Krall (mas senti falta de Leonard Cohen e Nina Simone). Já esperava que bandas como Smiths, Joy Division e Portishead recebessem citações, mas Bobmacjack teve a manha de desencavar Tô Tristão, faixa do primeiro álbum do Casseta & Planeta, "Preto com um Buraco no Meio" de 1988.

Outras boas lembranças: Kazu citou Slowdive, uma das "prediletas da casa". Arq falou muito apropriadamente de Apaga o Fogo, Mané, de Adoniran Barbosa, se bem que tristeza (no... vá lá, bom sentido) para mim é ouvir Iracema na gravação da Clara Nunes. Matias, leitor atento de "Eu Não Sou Cachorro Não", o imprescindível livro de Paulo César de Araújo sobre a música brega brasileira nos tempos de ditadura, mandou bem ao lembrar de Nelson Ned, o "Pequeno Gigante da Canção". Ana Paula, por sua vez, citou muito apropriadamente Boas Festas de Assis Valente ("Mas o meu Papai Noel não vem/ Com certeza já morreu/ Ou então Felicidade/ É brinquedo que não tem"), enquanto Anny Shoegazer veio com A Vida Não Presta, pérola oitentista de Léo Jaime.

Para encerrar todo esse chororô musical, gostaria de recordar mais duas gravações. A primeira, de Asa Branca, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, numa interpretação pra lá de sorumbática que Caetano Veloso cometeu em 1969, em um álbum gravado em Londres na época em que estava exilado. A outra é Couro de Boi, toada sertaneja composta por Teddy Vieira e Palmeira. Na versão de Tião Carreiro & Pardinho, é para mim a mais dolorida história de família narrada na história da MPB ao lado do churrasquinho da mãe do Teixeirinha.

Last but not least, destaco duas dicas de links passadas nos comentários. Flavia Ballvé-Boudou indicou um texto de Renato Vivacqua intitulado "Quero Chorar, Não Tenho Lágrimas", sobre as letras mais trágicas, melodramáticas e/ou mórbidas do cancioneiro tupinambá. Por fim, após tanta melancolia, dor-de-cotovelo e versos rimando "dor" com "amor", que tal conferir a dica passada por Bobmacjack (que por sua vez encontrou aqui), Top 100 Gay Classics?

* * * * *

A respeito da minha resenha de Encontros e Desencontros, sobre o trecho em que comento a aparição de microfones na tela, Nemo Nox, que reside em Washington DC, esclarece: "Muitos projetores no Brasil usam formatos de janela diferentes dos usados aqui. Resultado: os microfones que ficam fora de quadro para o público dos EUA acabam entrando em cena para o público brasileiro".

A propósito, vale a pena lembrar que o blog de Nemo, Por um Punhado de Pixels, é um dos cinco indicados (e o único representante brasileiro) dos 2004 Bloggies na categoria Melhor Weblog Latino-Americano, repetindo o feito do brasiliense Marcos Amorim, finalista da mesma categoria em 2001. Para votar em Por um Punhado de Pixels, clique aqui.

Em tempo: você já votou em Pensar Enlouquece no iBest 2004? :)

Escrito por Inagaki às 13h54
[ ] [ envie esta mensagem ]

 
Meu perfil





BRASIL, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Cinema e vídeo, Arte e cultura, Cortázar, Carl Barks, Beatles, Hitchcock
ICQ - 16223430



Meu humor



Histórico
25/01/2004 a 31/01/2004
18/01/2004 a 24/01/2004
11/01/2004 a 17/01/2004
04/01/2004 a 10/01/2004
28/12/2003 a 03/01/2004
21/12/2003 a 27/12/2003
14/12/2003 a 20/12/2003
07/12/2003 a 13/12/2003
30/11/2003 a 06/12/2003
23/11/2003 a 29/11/2003
16/11/2003 a 22/11/2003
09/11/2003 a 15/11/2003
02/11/2003 a 08/11/2003
26/10/2003 a 01/11/2003
19/10/2003 a 25/10/2003
12/10/2003 a 18/10/2003
05/10/2003 a 11/10/2003
28/09/2003 a 04/10/2003
21/09/2003 a 27/09/2003
14/09/2003 a 20/09/2003
07/09/2003 a 13/09/2003
31/08/2003 a 06/09/2003
24/08/2003 a 30/08/2003
17/08/2003 a 23/08/2003
10/08/2003 a 16/08/2003
03/08/2003 a 09/08/2003
27/07/2003 a 02/08/2003
20/07/2003 a 26/07/2003
13/07/2003 a 19/07/2003
06/07/2003 a 12/07/2003
29/06/2003 a 05/07/2003
22/06/2003 a 28/06/2003
15/06/2003 a 21/06/2003
08/06/2003 a 14/06/2003
01/06/2003 a 07/06/2003
25/05/2003 a 31/05/2003
18/05/2003 a 24/05/2003
11/05/2003 a 17/05/2003
04/05/2003 a 10/05/2003
27/04/2003 a 03/05/2003
20/04/2003 a 26/04/2003
13/04/2003 a 19/04/2003
06/04/2003 a 12/04/2003
30/03/2003 a 05/04/2003
23/03/2003 a 29/03/2003
16/03/2003 a 22/03/2003
09/03/2003 a 15/03/2003
02/03/2003 a 08/03/2003
23/02/2003 a 01/03/2003
16/02/2003 a 22/02/2003
09/02/2003 a 15/02/2003
02/02/2003 a 08/02/2003
26/01/2003 a 01/02/2003
19/01/2003 a 25/01/2003
12/01/2003 a 18/01/2003
05/01/2003 a 11/01/2003
29/12/2002 a 04/01/2003
22/12/2002 a 28/12/2002
15/12/2002 a 21/12/2002
08/12/2002 a 14/12/2002
01/12/2002 a 07/12/2002
24/11/2002 a 30/11/2002
17/11/2002 a 23/11/2002
10/11/2002 a 16/11/2002
03/11/2002 a 09/11/2002
27/10/2002 a 02/11/2002
20/10/2002 a 26/10/2002
13/10/2002 a 19/10/2002
06/10/2002 a 12/10/2002
29/09/2002 a 05/10/2002
22/09/2002 a 28/09/2002
15/09/2002 a 21/09/2002
08/09/2002 a 14/09/2002
01/09/2002 a 07/09/2002
25/08/2002 a 31/08/2002
18/08/2002 a 24/08/2002




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Pensar Enlouquece, Pense Nisto (versão original com legendas)
 tudo vai ser DiFeReNtE


Vote Pensar Enlouquece no iBest e faça um Inagaki mais feliz!

Pensar Enlouquece é Top 10 do iBest Blog 2004. Para o alto e avante: clique aqui e me ajude a chegar ao Top 3!