Pensar Enlouquece. Pense Nisto.



O amor, esse labirinto

"Assim, pelos olhos, o amor atinge o coração:
Pois os olhos são os espiões do coração.
E vão investigando
O que agradaria a este possuir.
E quando entram em pleno acordo
E, firmes, os três em um só se harmonizam,
Nesse instante nasce o amor perfeito, nasce
Daquilo que os olhos tornaram bem-vindo ao coração
".

(poema de Guiraut de Borneilh, citado no livro "O Poder do Mito", de Joseph Campbell e Bill Moyers)


Uma pessoa racional, frente ao desafio da edificação de um labirinto, cartesianamente chegará à conclusão de que ele deverá ser construído de dentro para fora. Caso contrário, o arquiteto correrá o sério risco de se ver perdido dentro de sua própria criação.

Pois bem, o que faz o tal do amor? Contraria todas as regras mais básicas, inclusive essa.

Amar é construir um labirinto de fora para dentro.

* * * * *

Seguir por um corredor que não sabemos aonde vai dar.
Pender entre a esquerda, a direita ou o caminho à minha frente.
Escolher uma galeria, depois se arrepender.
Rever posições, dar alguns passos atrás, repetir os mesmos erros.
Acreditar que encontrou finalmente a saída, quando aquele era apenas o começo.
Zanzar para lá e para cá.
Sentir déjà vu.
Desesperar-se em meio às bifurcações, dispersar-se, fazer uma pausa em meio ao caos.
Aos poucos, aprender a sentir prazer no puro ato de caminhar.

Mas onde está minha Ariadne?

* * * * *

Segundo a definição de Luis Fernando Veríssimo, "labirinto é o caminho mais rápido entre o ponto A e o ponto B, para quem queira ir para o ponto C". Composto por corredores intrincados que se cruzam e entrelaçam, labirintos são escolas que ensinam o que é o Barroco. Em vez de uma vereda linear que leva o transeunte de um lugar para outro da maneira mais objetiva possível, o bom labirinto representa uma aventura que desafia seu oponente à perda e ao reencontro de si mesmo. Porque é preciso tatear caminhos, amalgamar lógica e intuição, parar para refletir sobre como percorrer da melhor forma possível divisões e galerias que parece levar a lugar algum.

Perder-se de si mesmo é uma boa maneira de se reencontrar.

Através do ímã de um olhar, surgem a atração e o desejo; fagulhas a partir das quais desencadeia-se a construção do labirinto. Entre conversas e confissões, carícias e convivência, corredores e galerias ordenam-se paulatinamente em complexa tessitura que, quando vai ver, já enredou mais um incauto no centro de sua arapuca.

* * * * *

Zelda Fitzgerald, antes de se desequilibrar na corda bamba da sanidade, escreveu: "buscar amor é buscar um novo começo, um novo ponto de partida na vida".

A melhor estratégia para explorar esse labirinto talvez seja agir com atenta distração. Escarafunchar o mundo com espírito de criança, com olhos que vaguem distraidamente atentos, capazes de se maravilhar com uma gota de orvalho no retrovisor de um carro, uma joaninha pousada no muro ou a raiz que rompe uma calçada. E, no ato de brincar, descobrir magia no que antes parecia ser tão banal, tateando o mundo como quem soletra pela primeira vez o alfabeto que arquiteta as estrelas.

Amar é perder-se e reencontrar-se no centro de um labirinto.

Escrito por Inagaki às 05h15
[ ] [ envie esta mensagem ]



O amor, esse labirinto

"Assim, pelos olhos, o amor atinge o coração:
Pois os olhos são os espiões do coração.
E vão investigando
O que agradaria a este possuir.
E quando entram em pleno acordo
E, firmes, os três em um só se harmonizam,
Nesse instante nasce o amor perfeito, nasce
Daquilo que os olhos tornaram bem-v.com.br/stupidspace.gif" border=0 alt="Clique aqui e conheça um site bacana de ilustrações a la Exploding Dog.">

Conjecturo a respeito do futuro dessa geração de crianças que cresce tendo a tevê como babá, enquanto seus pais labutam em busca do maldito pão nosso de cada dia. Imagino essa molecada que acompanha diariamente a necrofilia desses programas vespertinos, que bombardeia seus telespectadores com notícias a respeito de pessoas assassinadas, violentadas, seqüestradas, vilipendiadas. Meu maior temor é de que esteja sendo fomentado o surgimento de uma geração mais niilista, cética e cínica ainda com relação à humanidade.

Enquanto um ministro imbecil obriga velhinhos de 90 anos a saírem de seus aposentos com medo de perder suas pensões, o mundo não dá tréguas a nossos sentidos e anuncia novos atentados, assassinatos torpes e crimes de colarinho branco. Um único pensamento me martela a cabeça: se "fé" pode ser definida como crença cega em alguma coisa, então nunca tivemos tantos motivos para ter fé na tal da humanidade, ao menos se nos pautarmos no que os jornais noticiam. Afinal, como nutrir esperanças nestes estranhos tempos nos quais não criticar a vida alheia é um ato quase que subversivo, e o cinismo generalizado é a tônica após tanta podridão veiculada em jornais, revistas e programas de televisão?

Não posso deixar de recordar uma crônica de Rubem Braga, em que ele lamentava a ausência nos jornais de parágrafos como este:

"Anteontem, cerca de 21 horas, na Rua Arlinda, no Meier, o sapateiro Augusto Ramos, de 28 anos, casado com a senhora Deolinda Brito ramos, de 23 anos de idade, aproveitou-se de um momento em que sua consorte erguia os braços para segurar uma lâmpada para abraçá-la alegremente, dando-lhe beijos na garganta e na face, culminando em um beijo na orelha esquerda. Em vista disso, a senhora em questão voltou-se para o seu marido, beijando-o longamente na boca e murmurando as seguintes palavras: 'Meu amor', ao que ele retorquiu: 'Deolinda'. Na manhã seguinte, Augusto Ramos foi visto saindo de sua residência às 7,45 da manhã, isto é, 10 minutos mais tarde do que o habitual, pois se demorou, a pedido de sua esposa, para consertar a gaiola de um canário-da-terra de propriedade do casal".

Pois é quando o mundo mais teima em tentar esmorecer minhas esperanças que eu procuro pensar que tenho uma família, alguns bons amigos e uma namorada que não me permitem perder a fé de que ainda há mais amor, solidariedade e fraternidade na Terra do que a mídia insiste em não veicular.

Escrito por Inagaki às 03h47
[ ] [ envie esta mensagem ]



Lady Murphy

Ando entupido de trabalho. Durmo pouco, e mal, há tempos. Sofro de uma incipiente tendinite. Tenho pencas de e-mails atrasados para responder. E, de quebra, quase toda vez que tento acessar o Blogger Brasil, sou barrado com uma daquelas mensagens indefectíveis de manutenção no sistema. É, assim fica difícil. Mas enfim, como diz o velho deitado, "tá ruim mas tá bão". E sigamos em frente...

Escrito por Inagaki às 23h31
[ ] [ envie esta mensagem ]



En passant

Depois de um dormingão pluviosamente macambúzio, penei com a sebunda-feira friorenta que abateu Sampa City, e o resultado da manhã desta terça foi inevitável: dor de cabeça, nariz completabente endubido e o tal bichinho do "rram rram" atacando minha garganta. Que berda.

* * * * *

Soube, através do Diário de Lisboa, que o livro compilando posts originalmente publicados no blog português O Meu Pipi, lançado em 7 de outubro, já esgotou duas edições de 15 mil exemplares cada: expressionante! Duas editoras brasileiras já estão negociando os direitos de publicação por aqui. Enquanto isso, na Terra Brasilis, diversos lançamentos possuem condições de repetir (ou até mesmo superar, quem sabe?) o feito lusitano. Esperemos para l(v)er.

* * * * *

A Câmara Brasileira do Livro divulgou a sua lista dos 100 livros mais importantes do século XX no Brasil. E, como toda lista que se preze, certamente renderá polêmicas e discussões passionais. Por exemplo, esse "Top 100" não se atém à literatura: livros de direito, economia, sociologia, história e arquitetura também fazem parte desse rol, numa quizumba pra Rob Fleming nenhum botar defeito. Algumas observações sobre as escolhas:

- é nítida, principalmente na área econômica, a preocupação em se manter um equilíbrio ideológico entre liberais e socialistas. A cada Paul Singer é citado um autor como Roberto Campos. Para um Eugênio Godin, tome Maria da Conceição Tavares. E, se Fernando Henrique Cardoso foi lembrado, Paulo Freire também marca presença. Menos mal que Olavo de Carvalho e Marilena Chauí não foram citados...

- há dois dicionários na lista: de Arquitetura Brasileira (de Eduardo Corono e Carlos Lemos) e das Artes Plásticas no Brasil (de Roberto Pontual). Em compensação, onde foi parar o Dicionário do Folclore Brasileiro, elaborado por Câmara Cascudo, e, principalmente, o Dicionário de Aurélio Buarque de Hollanda?

- ao menos há boas surpresas na área de ficção. Contistas pouco conhecidos como J.J. Veiga e Murilo Rubião foram justamente lembrados, assim como o romancista Campos de Carvalho. A lista é quaselizmente, jamais terá filhos.

Escrito por Inagaki às 15h14
[ ] [ envie esta mensagem ]

 
Meu perfil





BRASIL, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Cinema e vídeo, Arte e cultura, Cortázar, Carl Barks, Beatles, Hitchcock
ICQ - 16223430



Meu humor



Histórico
25/01/2004 a 31/01/2004
18/01/2004 a 24/01/2004
11/01/2004 a 17/01/2004
04/01/2004 a 10/01/2004
28/12/2003 a 03/01/2004
21/12/2003 a 27/12/2003
14/12/2003 a 20/12/2003
07/12/2003 a 13/12/2003
30/11/2003 a 06/12/2003
23/11/2003 a 29/11/2003
16/11/2003 a 22/11/2003
09/11/2003 a 15/11/2003
02/11/2003 a 08/11/2003
26/10/2003 a 01/11/2003
19/10/2003 a 25/10/2003
12/10/2003 a 18/10/2003
05/10/2003 a 11/10/2003
28/09/2003 a 04/10/2003
21/09/2003 a 27/09/2003
14/09/2003 a 20/09/2003
07/09/2003 a 13/09/2003
31/08/2003 a 06/09/2003
24/08/2003 a 30/08/2003
17/08/2003 a 23/08/2003
10/08/2003 a 16/08/2003
03/08/2003 a 09/08/2003
27/07/2003 a 02/08/2003
20/07/2003 a 26/07/2003
13/07/2003 a 19/07/2003
06/07/2003 a 12/07/2003
29/06/2003 a 05/07/2003
22/06/2003 a 28/06/2003
15/06/2003 a 21/06/2003
08/06/2003 a 14/06/2003
01/06/2003 a 07/06/2003
25/05/2003 a 31/05/2003
18/05/2003 a 24/05/2003
11/05/2003 a 17/05/2003
04/05/2003 a 10/05/2003
27/04/2003 a 03/05/2003
20/04/2003 a 26/04/2003
13/04/2003 a 19/04/2003
06/04/2003 a 12/04/2003
30/03/2003 a 05/04/2003
23/03/2003 a 29/03/2003
16/03/2003 a 22/03/2003
09/03/2003 a 15/03/2003
02/03/2003 a 08/03/2003
23/02/2003 a 01/03/2003
16/02/2003 a 22/02/2003
09/02/2003 a 15/02/2003
02/02/2003 a 08/02/2003
26/01/2003 a 01/02/2003
19/01/2003 a 25/01/2003
12/01/2003 a 18/01/2003
05/01/2003 a 11/01/2003
29/12/2002 a 04/01/2003
22/12/2002 a 28/12/2002
15/12/2002 a 21/12/2002
08/12/2002 a 14/12/2002
01/12/2002 a 07/12/2002
24/11/2002 a 30/11/2002
17/11/2002 a 23/11/2002
10/11/2002 a 16/11/2002
03/11/2002 a 09/11/2002
27/10/2002 a 02/11/2002
20/10/2002 a 26/10/2002
13/10/2002 a 19/10/2002
06/10/2002 a 12/10/2002
29/09/2002 a 05/10/2002
22/09/2002 a 28/09/2002
15/09/2002 a 21/09/2002
08/09/2002 a 14/09/2002
01/09/2002 a 07/09/2002
25/08/2002 a 31/08/2002
18/08/2002 a 24/08/2002




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Pensar Enlouquece, Pense Nisto (versão original com legendas)
 tudo vai ser DiFeReNtE


Vote Pensar Enlouquece no iBest e faça um Inagaki mais feliz!

Pensar Enlouquece é Top 10 do iBest Blog 2004. Para o alto e avante: clique aqui e me ajude a chegar ao Top 3!