Pensar Enlouquece. Pense Nisto.



Homem-Inércia





O adorável super-herói da tira acima é uma criação do grande Scott McCloud, quadrinista de primeira e autor de dois livros fundamentais para a compreensão das HQs como arte seqüencial: Desvendando os Quadrinhos (a edição brasileira, lançada pela Makron Books, está infelizmente esgotada - corra até o sebo mais próximo, porque o meu exemplar eu não vendo) e Reinventing Comics. Em tempo: McCloud mantém um excelente site, e algumas de suas inovadoras HQs online estão disponíveis aqui e aqui.

Escrito por Inagaki às 18h29
[ ] [ envie esta mensagem ]



En passant

Depois de um dormingão pluviosamente macambúzio, penei com a sebunda-feira friorenta que abateu Sampa City, e o resultado da manhã desta terça foi inevitável: dor de cabeça, nariz completabente endubido e o tal bichinho do "rram rram" atacando minha garganta. Que berda.

* * * * *

Soube, através do Diário de Lisboa, que o livro compilando posts originalmente publicados no blog português A Paixão Segundo G.H. em vez de A Hora da Estrela, Uma Faca Só Lâmina ao invés de Morte e Vida Severina, Antes do Baile Verde no lugar de Histórias do Desencontro) e em um ou outro autor (A Festa de Ivan Angelo no lugar do Canaã de Graça Aranha, por exemplo).

Quem quiser participar de maiores discussões deve
clicar aqui para ler o artigo do site Capitu sobre essa lista.

* * * * *

O primeiro programa de TV que falava sobre blogs saiu do ar, devido ao seguinte diálogo:

Marcos Barrero (aos berros): "Esse cara não entra aqui. No ar ele não entra".

Enio: "Mas, tem um motivo?".

Marcos Barrero (berrando mais alto): "Esse cara é um FILHO-DA-PUTA e meu INIMIGO".

RR: "Que isso, tem censura aqui?".

Marcos Barrero (completamente descontrolado): "Sim!".

RR: "Então não tem programa. Acabou o Blog'n'Roll".

Marcos Barrero (transtornado): "Ainda bem!".


E foi assim que acabou a história do Blog'n'Roll na allTV.

Escrito por Inagaki às 17h25
[ ] [ envie esta mensagem ]



"Quer pagar quanto?"

Clique aqui para ouvir uma entrevista de Fabiano Augusto ao programa Pânico da Jovem Pan FM.Fabiano Augusto, 28, já foi office-boy, animador de festa infantil (encenava "A Cigarra e a Formiga" para as criancinhas) e vendedor de livros. Na TV, apresentou a "Turma do Arrepio" na finada Rede Manchete, "Turma da Cultura" (ao lado de Cynthia Raquel, a.k.a. "Garota Tang") e, atualmente, um programa de auditório, "Intimação", na católica Rede Vida. Além disso, atuou em dezenas de comerciais. Num deles, "interpretou" uma geladeira ao lado de outros atores que apareciam vestidos de eletrodomésticos. Mas é bóbvio que você não o conhece por esses trabalhos.

Garoto-propaganda das Casas Bahia há quase dois anos, Fabiano Augusto é o homem (ir)responsável pela difusão do indefectível bordão "quer pagar quanto?". Que, repetido ad nauseam em rádios e TVs, tem fomentado o ódio de boa parte do público, vide a URL desta singela página:

http://www.odeiooidiotadascasasbahia.blogger.com.br

Discussões à parte, um fato é inegável para mim: a campanha publicitária das Casas Bahia é uma das mais eficazes dos últimos tempos.

* * * * *

O que de faz de uma propaganda uma boa propaganda? Depende. Existem aqueles comerciais que, mais do que vender o produto a que foram destinados, nasceram para amealhar prêmios. O que pode representar um problema: ponha-se no lugar do cliente que gasta milhares de reais ao contratar uma agência de publicidade, e recebe em troca um daqueles comerciais pós-modernosos, repleto de efeitos especiais, câmera tremida e direção de arte mirabolante. Você o assiste, e pode até ficar impressionado com o filme. Mas depois se pergunta: ahn... qual é mesmo o produto que esse comercial vende?

Nos últimos anos, prêmios de publicidade como o Clio Awards e os Leões do Festival de Cannes têm recebido crescentes denúncias de comerciais que são inscritos sem jamais terem sido veiculados na mídia. São as "propagandas fantasmas", feitas exclusivamente para festivais. Ou seja, comerciais totalmente desvinculados da sua função original de promover marcas, criados com o intuito único de alimentar o ego de publicitários.

Washington Olivetto, em um artigo sobre esse mesmo tema, afirma: "Muita gente tem cabeça de colonizado e acaba trocando a maravilhosa sensação de ter seu trabalho reconhecido e prestigiado por milhões de consumidores durante o ano inteiro, pela falsa ilusão de se sentir internacional entre meia dúzia de gatos pingados durante uma semana".

* * * * *

Pois bem: para mim, não há exemplo melhor de propaganda que sabe como se comunicar com o seu público-alvo do que a atual campanha das Casas Bahia. São comerciais que não ganharão prêmios em Cannes, não se destacam pela direção de arte ou fotografia e podem até irritar boa parcela dos telespectadores que não suporta mais ver a cara de seu garoto-propaganda. Mas, deixando preconceitos estéticos de lado, como deveria ser a campanha publicitária de uma rede de varejos voltada para consumidores das classes C e D, com renda mensal de até 10 salários mínimos, e que se não fosse por meio de intermináveis crediários dificilmente conseguiria adquirir móveis e eletrodomésticos?

A propaganda das Casas Bahia é para mim o exemplo perfeito de como se fazer publicidade eficiente: com informações simples e diretas, cunhou um slogan que gruda na cabeça e reforça o nome da marca que vende. Enquanto as Lojas Marabraz anunciam que "preço melhor ninguém faz" e usam a dupla Zezé di Camargo & Luciano para atrair sua clientela, as Casas Bahia consolidaram seu nome no Top of Mind oferecendo seus produtos da forma como seus consumidores podem pagar. Ou seja, como diria Fabiano Augusto: "quer pagar quanto?".

Os resultados são visíveis a qualquer analista de mercado: neste ano, as Casas Bahia terão um faturamento de mais de R$ 5 bilhões. Conseqüência dos investimentos em um filão de mercado formado por clientes de baixo poder aquisitivo, mas que são fiéis e, mais importante, extremamente preocupados em quitar seus débitos com pontualidade, porque se preocupam em manter o nome íntegro na praça.

Este, aliás, é um fato que diz muito a respeito de Brasil e da situação social que vivenciamos: ao contrário das classes economicamente mais "abastadas" (especialistas em sonegar impostos de renda e encontrar atalhos jurídicos para escapar de outras cobranças), pagar contas e carnês em dia é um ponto de honra para a maioria das famílias de renda mais baixa. Irônico? Trágico, certamente; e nem um pouco cômico.

Escrito por Inagaki às 12h00
[ ] [ envie esta mensagem ]

 
Meu perfil





BRASIL, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Cinema e vídeo, Arte e cultura, Cortázar, Carl Barks, Beatles, Hitchcock
ICQ - 16223430



Meu humor



Histórico
25/01/2004 a 31/01/2004
18/01/2004 a 24/01/2004
11/01/2004 a 17/01/2004
04/01/2004 a 10/01/2004
28/12/2003 a 03/01/2004
21/12/2003 a 27/12/2003
14/12/2003 a 20/12/2003
07/12/2003 a 13/12/2003
30/11/2003 a 06/12/2003
23/11/2003 a 29/11/2003
16/11/2003 a 22/11/2003
09/11/2003 a 15/11/2003
02/11/2003 a 08/11/2003
26/10/2003 a 01/11/2003
19/10/2003 a 25/10/2003
12/10/2003 a 18/10/2003
05/10/2003 a 11/10/2003
28/09/2003 a 04/10/2003
21/09/2003 a 27/09/2003
14/09/2003 a 20/09/2003
07/09/2003 a 13/09/2003
31/08/2003 a 06/09/2003
24/08/2003 a 30/08/2003
17/08/2003 a 23/08/2003
10/08/2003 a 16/08/2003
03/08/2003 a 09/08/2003
27/07/2003 a 02/08/2003
20/07/2003 a 26/07/2003
13/07/2003 a 19/07/2003
06/07/2003 a 12/07/2003
29/06/2003 a 05/07/2003
22/06/2003 a 28/06/2003
15/06/2003 a 21/06/2003
08/06/2003 a 14/06/2003
01/06/2003 a 07/06/2003
25/05/2003 a 31/05/2003
18/05/2003 a 24/05/2003
11/05/2003 a 17/05/2003
04/05/2003 a 10/05/2003
27/04/2003 a 03/05/2003
20/04/2003 a 26/04/2003
13/04/2003 a 19/04/2003
06/04/2003 a 12/04/2003
30/03/2003 a 05/04/2003
23/03/2003 a 29/03/2003
16/03/2003 a 22/03/2003
09/03/2003 a 15/03/2003
02/03/2003 a 08/03/2003
23/02/2003 a 01/03/2003
16/02/2003 a 22/02/2003
09/02/2003 a 15/02/2003
02/02/2003 a 08/02/2003
26/01/2003 a 01/02/2003
19/01/2003 a 25/01/2003
12/01/2003 a 18/01/2003
05/01/2003 a 11/01/2003
29/12/2002 a 04/01/2003
22/12/2002 a 28/12/2002
15/12/2002 a 21/12/2002
08/12/2002 a 14/12/2002
01/12/2002 a 07/12/2002
24/11/2002 a 30/11/2002
17/11/2002 a 23/11/2002
10/11/2002 a 16/11/2002
03/11/2002 a 09/11/2002
27/10/2002 a 02/11/2002
20/10/2002 a 26/10/2002
13/10/2002 a 19/10/2002
06/10/2002 a 12/10/2002
29/09/2002 a 05/10/2002
22/09/2002 a 28/09/2002
15/09/2002 a 21/09/2002
08/09/2002 a 14/09/2002
01/09/2002 a 07/09/2002
25/08/2002 a 31/08/2002
18/08/2002 a 24/08/2002




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Pensar Enlouquece, Pense Nisto (versão original com legendas)
 tudo vai ser DiFeReNtE


Vote Pensar Enlouquece no iBest e faça um Inagaki mais feliz!

Pensar Enlouquece é Top 10 do iBest Blog 2004. Para o alto e avante: clique aqui e me ajude a chegar ao Top 3!